Publicado em

Aventuras “Freaks” e casos do insólito

“Gênios apreciam a loucura como uma dádiva. Tolos são aqueles que não sabem aproveitá-la.”

Capa de “A maldição da Caixa Dybbuk” por Diego Mendes

Olá FREAKS. Em 2017 a H137 deu início a um projeto paralelo em conjunto com a equipe do Mundo Freak Confidencial, um podcast fundado em 2012 pelo escritor Andrei Fernandes em parceria com a gerente de redes sociais, Ira Morato e o professor de história, Rafael Jacaúna.

O foco do podcast reside justamente em explorar os limites da crença e do ceticismo, levantar questões sobre casos insólitos da vida real que assemelham-se à tramas cinematográficas. Então por que não trazer às páginas dos quadrinhos casos investigados pessoalmente pelos participantes do podcast?

Após uma longa conversa entre o autor – Yonami (da House 137 Studio) e Andrei (do Mundo Freak), foram alinhados pensamentos até que juntos desenvolveu-se um universo fictício onde nossos investigadores favoritos da podosfera atuariam pessoalmente em todos os casos, assessorados pela equipe do podcast.

“A nossa parceria com a House 137 superou todas as expectativas. Claro que sabíamos que eles, talentosos que são, iriam arrasar com tudo, mas o Yonami conseguiu passar fidedignamente as personalidades de cada integrante. Além é claro do clima que o podcast trás de tratar do insólito com bom humor e uma pitada de esquisitice. Enfim, um trabalho que conquistou não apenas muitos leitores e ouvintes, como nós da equipe que produz os programas.”

– Andrei Fernandes.

As histórias se passam em nosso país numa cidade fictícia referida pelos personagens apenas como “a cidade”, que reserva uma grande variedade de casos sobrenaturais inspirados em episódios do podcast, incluindo tiradas e piadas dos participantes do programa, envolvendo seus habitantes e nossos investigadores favoritos.

“Foi interessante como as idéias fluíram enquanto conversávamos na conferência por Skype. As referências ao cast, algumas sacadas que os ouvintes certamente irão reconhecer devido às influências que os próprios participantes têm ou fazem com base na cultura pop. Quando nos perguntamos quem se encaixaria melhor no estilo, a pessoa que mais se encaixava no perfil era o Diego, e ficamos muito felizes com o resultado que alcançamos no final.”

– Yonami.

Com roteiros de Ananda Ramos e arte de Diego Mendes a hq do Mundo Freak Confidencial pode ser encontrada na plataforma do Tapas.

E lembrem-se… não olhem para trás…

Publicado em

Lançamentos da House 137 na CCXP18

Vai ser épico.

Como mencionado anteriormente, a equipe da House 137 estará participando do Artists Alley da CCXP, começando pela Spoiler Night no dia 5 de Dezembro seguindo pelos dias consecutivos do evento.

Lançamentos House 137 Studio e Vital DC

Desta vez levaremos um acervo de prints com artes inéditas para fãs de animações, filmes e séries bem como pinups de nossas produções autorais, com trabalhos dos artistas de nosso estúdio.

A grande novidade é que este ano não teremos apenas um, mas DOIS LANÇAMENTOS de novas HQs produzidas pela House 137 Studio. O primeiro deles é a nova edição de nossa amada Bruxa dos cabelos de ébano, “The Midnight Witch“#04 que traz a segunda parte (de três) do arco “O Circo da Meia-Noite”. Além do roteirista habitual de Leona, Rodrigo Monteiro, essa edição traz os traços de Thiago Vale (Lil’ Vampirella) e as cores de Walmir Archanjo (As Pimentas Sussurrantes), ambos estreando no universo da Bruxa.

Capa por Thiago Kufa.

E por falar em estréias, o Rei do Freak Show marca sua transição do universo das tattos para os quadrinhos com o pré-lançamento da edição de número #0 de Coveiro Maldito com a história “A Caçada”, contando com a participação de nosso roteirista multitarefas Rodrigo Monteiro e arte de Ronilson Freire (Green Hornet e Doctor Who), trabalhando em um roteiro adaptado da dupla da “Abduction brothers” de Rodrigo Ovelha e Jr. Trovão.

Capa por Spett.

Além disso, levaremos uma grande variedade de produtos como as edições anteriores de nossos quadrinhos como Midnight Witch, Zombie(SIDE) e o Livro I de Gaia – Vindicta. Teremos também souvenirs como quadros, postais e chaveiros de nossos personagens autorais. Cola lá com a gente na mesa B35 do Artists Alley em todos os dias da CCXP que acontecerá dos dias 6 a 9 e Dezembro (ao público) no São Paulo Expo Imigrantes.

Contamos com vocês. Galera!!!

Publicado em

1° Festival Amazônico de Quadrinhos

Esta sexta feira, dia 09 de Novembro de 2018, a UFAM receberá o primeiro Festival Amazônico de Quadrinhos (FAQ), cujo foco é divulgar artistas locais em nossa região, tanto aqueles que estão começando, quanto os mais consolidados no mercado de quadrinhos, oferecendo um contato direto público e artistas, estabelecendo também um networking entre si.

Divulgação – 1° Festival Amazônico de Quadrinhos

O evento trará uma atração nacional: o artista Gustavo Borges ralizará o lançamento oficial da Graphic Novel MSP – Recuperação, do personagem Cebolinha, criado e eternizado pelo grande Mauricio de Sousa. Gustavo também é responsável pela HQ do Incrível Mundo de Gumball, pelas Graphic Novels Pétalas e Escolhas, além das webcomics A Entediante Vida de Morte Crens e Edgar. Ele também já venceu um prêmio HQMix, o Oscar dos quadrinhos nacionais, na categoria “melhor publicação independente de autor”.

O evento contará com stands de expositores, palestras e um artist alley com pelo menos 20 mesas e mais de 28 artistas com títulos independentes para o deleite do publico. E é claro que a House 137 Studio não ficaria de fora dessa, compareceremos em peso no evento com as hqs – The Midnight Witch e Gaia na mesa 03. Além, é claro da participação do autor – Yonami em um debate sobre histórias em quadrinhos com mentes brilhantes como Yasmim Barreto, Carol Peace e Maria Cecília da Questo, Peace Crafts e Circo Literário respectivamente, sob mediação de Juçara Menezes do 1 Minuto Nerd.

Bate-papo de HQs

Quando: dia 09 de Novembro (2018), das 14 às 21hrs.
Onde: Auditório Rio Amazonas (UFAM) e seu Hall.
Atração Principal: Gustavo BorgesGraphic Novel MSP – Recuperação

Publicado em

137 Studio confirmada na CCXP 2018

House 137 no Artists Alley da CCXP 2018

Adivinhem só quem estará novamente marcando presença no Artists Alley da CCXP 2018??

Exatamente, galera. Como é de praxe, a equipe da House 137 Studio, que tem estado presente no maior evento de cultura pop do mundo desde sua primeira edição em 2014, volta com tudo na 5a. edição do evento, trazendo lançamentos épicos em seus títulos independentes, começando pela continuação da série The Midnight Witchcom o arco – O Circo da Meia-Noite – criada pelo autor amazonense – Yonami e colaboração do co-autor – Rodrigo Ovelha.

A Bruxa da Meia-Noite

Asrevistas contam com participação de artistas já conhecidos no mercado nacional e internacional, como Mute (As pimentas sussurrantes) e Manuel Preitano (Just Princesses) trazendo histórias sobre a bela bruxa dos cabelos de ébano.

A House 137 também realizará o lançamento da edição introdutória das aventuras do personagem Coveiro Maldito intitulada – A Caçada, com roteiro de Rodrigo Monteiro e arte de Ronilson Freire (Besouro Verde e Doctor Who).

O Coveiro Maldito – King of Freakshow

O estúdio será representado por Yonami e Rodrigo Ovelha, acompanhados pela presença do colorista Thiago Dal Bello, que estarão localizados na mesa B35 do Artists Alley, tendo como seus vizinhos os artistas Ronilson Freire e Heitor Amatsu.

Cola lá com a gente.

Publicado em

Limbo Criativo e o Deserto de Idéias

Olá, pessoal. Como vão??

Certamente você, meu caro leitor, já esteve naquela TAL condição de “bloqueio mental”, a idéia APENAS não sai, você sequer tem a menor noção do que fazer a seguir, o prazo vai terminando e até agora nada… NADA…

Por experiência própria sabemos que isso é um tormento diário pelo qual os profissionais do ramo artístico passam com uma certa freqüência (maior do que gostaríamos que ela fosse, na verdade).

Sem ideia.

Acreditamos que existem variantes desse tipo de “limbo criativo” e enumeramos alguns exemplos para seu melhor entendimento:

1 – A folha em branco – o caso MAIS COMUM de limbo criativo, onde você olha para ela como quem observa um combate acirrado entre o Wendigo contra o Homem de Gelo numa nevasca. Aquele maldita folha acaba tornando-se sua sina, um branco infinito que absorve TODA a sua criatividade, às vezes você sabe o que você quer mas “por algum motivo” você APENAS não consegue expressar.

2 – Memória de formiga – tem horas em que você simplesmente tem um brainstorm instantâneo, que numa fração de segundo, além de gerar TODAS AS IDÉIAS, ainda faz o favor de selecioná-las instintivamente com absurda sagacidade e você diz “É ISSO”. No entanto, você só terá o acesso ao seu sketchbook, folha de papel ou QUALQUER outra coisa tipo, SOMENTE no momento em que você POR ALGUMA RAZÃO DO DESTINO esqueceu daquela idéia revolucionária que salvaria o mundo da fome e da miséria.

3 – Não está bom – o momento da ilusão em que você CRÊ que está tudo bem, pois seu desenho flui de uma maneira tão legal que você pensa “nossa, esse ficou demais” e quando termina “mas o que…?”, tipo das duas uma – ou você está bem criando e faz coisas randômicas que não têm o menor sentido; ou você faz algo “pensado e calculado”, mas de alguma forma no final não tem NADA a ver com a idéia original. E o pior é que você só percebe isso quando termina…

Para evitar esse tipo de coisa, existem métodos, que no entanto são MUITO relativos e variam de pessoa pra pessoa. Exemplos interessantes como ouvir música e/ou jogar videogame, outras vezes ver um filme também ajuda bastante, um vídeo na internet. Essa estafa de criatividade, acaba sendo uma conseqüência do stress que nos assola dia e noite.

Bom galera, estamos certos de que devem existir muitos outros tipos de Limbos Criativos e adoraríamos saber suas opiniões e curas para tais coisas.

Abraços à todos